Alta Performance – “A vida que você pode ter”

ALTA-PERFORMANCE

Sei que esse texto pode parecer enorme, e só de olhar você já sente vontade de desistir. Mas ele vai ser transformador para sua vida, vai abrir seus olhos para aspectos que talvez não tenha parado ainda para pensar.  Tenho certeza que no final da leitura poderá agregar mudanças simples e ao mesmo tempo poderosas. Então… Vamos lá?

Num mundo altamente especializado e compartimentado, extremamente agitado, com grande parte das pessoas presa a bits, bytes, imprime, deleta, com trânsito caótico, falta de tempo, stress, há falta total de auto percepção e auto conhecimento. Grande parte da atenção está focada em manter emprego, resolver problemas.

Na vida profissional a maioria das pessoas está constantemente focando em metas, objetivos, resultados, ROI (retorno sobre investimento), muitas vezes com pouca ou nenhuma atenção ao desenvolvimento integrado e total. É que a maioria desconhece que esse mesmo desenvolvimento integrado e total é também responsável pelo pleno desenvolvimento profissional e pela VIDA QUE VOCÊ PODE TER.

Se fizer sempre as mesmas coisas vai obter sempre os mesmos resultados, isso é claro. E tudo vai continuar sem grandes mudanças, sem grandes inovações, nada inusitado, totalmente dentro da caixinha.

Se puder expandir seu foco e desenvolver seus vários aspectos, suas várias dimensões pode dar um salto em sua vida, gerando enorme diferença qualitativa.

Falando em Mudança, por exemplo. Mudar, por exemplo, necessita de muita energia, pois você vai sair de uma zona de conforto em direção ao desconhecido. Afeta seu emocional. As mudanças precisam de sustentação energética. Para mudar precisa de foco. Foco precisa de concentração e atenção plena. Mudar exige persistência. Persistência em um objetivo precisa de disposição física, clareza mental para perceber e optar pelas nuances do caminho, lidar com obstáculos e planos alternativos, equilíbrio para permanecerem tranquilo frente às oscilações de mercado, crises políticas, concorrência, e humor, pois nem sempre corre tudo como você deseja. E comprometimento nessa mudança. Então perceba que aí tem o físico, o emocional/mental.

Para mudar veja quanta coisa necessita: energia, vigor, disposição, saúde, bom humor, equilíbrio, centramento, clareza mental…

E tudo isso precisa fazer um sentido maior pra você, tem que ter a ver com aquilo que você realmente é. Percebe que acabei de integrar nossas dimensões física, energética, emocional, mental e espiritual a questões especificamente profissionais?

Procuro sempre expandir a visão e percepção de meus clientes de coaching para esses aspectos, e isso é o que quero fazer com você agora: mostrar como pode atingir alta performance e excelência. Quase todos pensam que se trata apenas de resultados, desempenho e cumprimento de metas. Alta performance é muito mais que isso, trata de englobar e desenvolver todas as dimensões e isso pode gerar um salto quântico em sua vida.

Vamos dar uma olhada mais de perto em cada aspecto? Como “o que move a vida são as perguntas, não as respostas”, vou focar em perguntas para estimular sua autorreflexão.

Saúde física é fundamental em nosso desempenho. Quando falo em saúde e equilíbrio físico falo também em energia, que é o combustível para todas as funções fisiológicas, incluindo nosso mental/emocional.

Já parou um instante para refletir sobre sua alimentação? Qual a qualidade de seus alimentos? Eles apenas matam sua fome ou suprem suas necessidades nutricionais? Como se levanta da mesa: satisfeito, energizado, ou sonolento, pesado, sem disposição para enfrentar a segunda parte de seu dia? Se disposição não é o seu caso, pense no que pode mudar. Talvez uma consulta com nutricionista, quem sabe ler livros especializados sobre valores nutricionais, busque encontrar seu caminho.

Sua respiração é profunda, abdominal, diafragmática ou curta e peitoral? Além da saúde, a respiração tem impacto direto na dimensão emocional. De um lado pode expandir sua energia, de outro reduzir ansiedade, fornecer equilíbrio e calma, inclusive clareza de raciocínio. Percebe aqui a interligação do físico, mental/emocional? Inclusive as práticas orientais de tai chi, yoga, dão grande ênfase à respiração, que é considerada transformacional. Dentro das práticas transpessoais a respiração traz expansão de consciência. Exemplo disso é a técnica do Renascimento/ Rebirthing e a Respiração Holotrópica.

Como é seu sono? Tem um sono profundo, reparador, acorda bem disposto, em total pique para começar o dia? Ou cansado, desanimado? Privação de sono afeta o desempenho, os níveis hormonais, humor, concentração, criatividade e até a imunidade. Sabia que tudo o que aprende e estuda durante o dia o cérebro armazena à noite, durante o sono?

Há um espaço em sua agenda semanal para alguma atividade física? Academia, corrida, caminhada, bicicleta, yoga, taichi? Além de manter todas as funções em plena atividade, afeta também suas emoções, sua mente, aumenta equilíbrio e calma, reduz stress e ansiedade.
Percebe quantas facetas fazem parte de seu corpo? Alimentação, sono, respiração, atividade física, etc.

Que tal começar algum tipo de atividade no mínimo duas vezes por semana? Busque algo relacionado ao seu estilo, mais impactante ou mais calmo. Falando nisso meditação é algo fantástico: ativa o cérebro trazendo mente alerta, acalma, estimula sono profundo, reduz stress e equilibra funções fisiológicas. O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo tem uma sala de meditação no centro de cardiologia, sabia? Você também pode fazer um método bem simples: feche os olhos, sentado normalmente, nada de postura de lótus, e comece a prestar atenção em sua respiração. Não altere nem force seu respirar. Siga sua respiração, conectado com ela. Se vier algum pensamento, e virão vários, olhe para ele como se fosse uma nuvem no céu azul, passando fora de você, observe-o e retorne à sua respiração. Não lute nem brigue com o pensamento, olhe-o fora de você como uma nuvem no céu e volta a observar sua respiração. Comece com 5 minutos e vá aumentando um pouquinho.

E vamos adiante, em busca da vida que você pode ter.  Você sabe lidar com desafios? Mantém-se no leme ou perde o prumo quando a situação oscila? Como administra suas emoções frente ao mercado e suas flutuações? Frente às demandas profissionais e familiares? Alto grau de resiliência? Pode dizer que sua inteligência emocional é elevada?

Autoconfiança, autoliderança, relacionamento inter e intrapessoal estão em excelente nível?
Ansiedade e o stress estão sobre controle? Passamos por picos de exigências e problemas que abalam momentaneamente. Mas sabedoria e equilíbrio fazem retornar rapidamente ao nosso ponto ideal. Lembra-se daquele boneco João Bobo inflável, que batemos e ele cai pra trás, chegando a deitar no chão e imediatamente volta? A questão é não retornarmos ao ponto de equilíbrio com rapidez. Perguntei a um mestre de artes marciais se ele nunca perdia o equilíbrio, ele me respondeu: “muitas vezes, a questão é que eu volto rápido”.

Como é sua habilidade em perceber desafios onde a maioria vê problemas, dificuldades e obstáculos? Acessa com habilidade e prontidão seus recursos internos?  Ou os pendentes do passado dificultam esse processo e te amarram?

É impossível separar emocional e mental, pois estão intimamente relacionados e se afetam mutuamente o tempo todo. Separação corpo/mente/emoção/espírito é apenas por questões didáticas.

Na prática, o que fazemos para um aspecto afeta todos os outros, sempre.

Muitas emoções provêm do que acreditamos e pensamos sobre nós, sobre a vida, trabalho, sucesso, felicidade. O desafio é que grande parte desses pensamentos opera no nível inconsciente. O que acredita a seu respeito? Ouça atentamente o que você mesmo está pensando: que pensamentos e que diálogos internos são esses?  Cheios de crenças limitantes ou fortalecedoras? Sabia que pode mudar isso? Vai ter que se dedicar, mas pode mudar.

Tem clareza do que deseja, do que quer alcançar, de como quer que a coisa aconteça?
O que é importante para você e te impulsiona a seguir em frente? O que te dá brilho nos olhos? Está a fim de seguir isso, ou o medo te paralisa e faz ficar no mesmo lugar de sempre?

O que acredita sobre suas capacidades, habilidades e forças?  E mesmo sobre seus pontos fracos, como pode minimizar isso para que não perca oportunidades e consiga maior grau de realização? O que pode fazer a respeito? Quando não consegue algo, a que atribui isso? Sabe aprender com um resultado negativo e fazer diferente da próxima vez? Ou fica como vítima dos outros: mercado, empresa, economia? Claro que isso tem impacto e muitas vezes determinam algumas coisas, mas o que está sob seu poder, aquilo que pode mudar que depende de você: faz a sua parte, assumindo responsabilidade e comprometimento.

Que histórias a seu respeito conta para você mesmo? E aos outros?
Que intenção coloca no que faz? Intenção é uma coisa muito poderosa. A física quântica diz que há um campo de possibilidades e onde colocamos nosso foco, observação e intenção isso se realiza (linguagem da física quântica). Ou seja, vem para a realidade. Vê como é poderoso e nada esotérico?

E num nível bem mais profundo, o que te move? Qual seu propósito maior além de seus interesses específicos, profissionais e pessoais? Qual sua missão maior? Qual seu compromisso na vida? Aquele algo maior que dá sentido e significado a sua vida, seu trabalho, suas ações?
É uma relação maior com o Todo, o campo como diz a física quântica, o universo, a fonte.

Integrando todas essas dimensões: físico-energética, emocional, mental e espiritual, você pode gerenciar melhor suas estratégias, alavancar sua performance com maestria e acessar seus melhores e mais poderosos recursos. Isso permite um processo de desenvolvimento profissional e pessoal bem alicerçado e consistente, e contribui intensamente com sua autoliderança, autogestão e autodesenvolvimento, gerando o que considero alta performance.

Com isso você traz excelência em todos os seus campos de atuação e pode atingir metas, resultados e objetivos com alto grau de envolvimento e compromisso.

Pode ir em direção da vida que você quer ter, com mais propósito, sentido, energia, realização e felicidade.

Escrito por Lucy Cintra

Compartilhe este post: